Da divulgação: Dois documentários de longa-metragem e 16 curta-metragens (sendo 12 na categoria ficção e quatro documentários) vão concorrer aos R$ 200 mil em prêmios do Troféu Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), distribuídos aos melhores filmes brasilienses durante o Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, em setembro próximo.

A lista (confira abaixo) foi divulgada nesta terça-feira (31) pelo presidente da Câmara Legislativa, deputado Patrício (PT). “É nosso dever apoiar a produção cinematográfica de Brasília. E achamos que podemos contribuir muito mais, além da premiação”, afirmou ao anunciar os selecionados.

Longa-Metragem

- Parece que existo, de Mario Salimon (documentário)

- Sob o signo da Poesia, de Neto Borges (documentário)

Curta-Metragem

Ficção

- A caroneira, de Otavio Chamorro e Tiago Vaz

- Bibinha, a luta continua!, de Adriana de Andrade

- Colher de Chá, de J. Procópio

- Hereditário, de Sérgio Lacerda e Johil Carvalho

- Hex omega, de Diogo Serafim

- Kinólatras, de Tiago Belotti, Rodrigo Luiz Martins e Gustavo Serrate

- Meu amigo Nietzsche, de Fáuston da Silva

- Na cozinha, de André Luis da Cunha

-O corpo da carne, de Marisa Mendonça

- Sagrado coração, de Cauê Brandão

- Um Copo D’água, de Maurício Chades

- Véi, de Juliano Cazarré

Documentário

- A Jangada de raiz, de Edson Fogaça

- Cidadão de Limpeza Urbana, de Lucas Madureira e Thandara Yung

- Vida Kalunga, de Betânia Victor Veiga

- Zé do pedal, acima da terra e abaixo do céu, de Márcio Garapa e Viça Saraiva

Seleção – Escolhidos entre 94 produções da cidade, atestadas pela Associação Brasiliense de Cinema e Vídeo – ABCV, os filmes foram submetidos a uma comissão de seleção composta por especialistas na área: Anamaria Mühlenberg, produtora de cinema; John Howard, cineasta; Manfredo Caldas, cineasta; Raquel Imanishi, professora de Filosofia (UnB); e Sergio Bazi, jornalista e crítico de cinema.

Para o coordenador do Festival de Brasília, Sérgio Fidalgo, o Troféu Câmara Legislativa está consolidado e “é fundamental para o cinema da cidade”. Ele disse que é com prazer que o Festival acolhe os selecionados na Mostra Brasília. O cineasta Cleber Machado, da ABCV, declarou que “o momento é de pensar o cinema brasiliense”.

Em 16 anos (esta será a 17ª edição do Troféu), a CLDF já premiou 52 filmes, entre longa-metragens, curta-metragens (em 35mm e 16mm), além de vídeos. E já investiu cerca de R$ 1,2 milhão no cinema brasiliense, por meio dos prêmios.

Exibição – Os filmes serão exibidos nos dias 22 e 23 de setembro, na Mostra Brasília, na Sala Martins Penna do Teatro Nacional, que este ano abriga o Festival. Os premiados serão escolhidos por um júri composto por três membros, que serão escolhidos pela CLDF. Haverá ainda prêmios do júri popular e para categorias técnicas, que poderão ser escolhidos entre os filmes selecionados, independentemente da categoria e da duração.

As regras do Troféu, este ano, foram sugeridas à CLDF por um grupo de trabalho que teve representantes da ABCV; Associação de Produtores e Realizadores de Filmes de Longa Metragem de Brasília – Aprocine; Associação das Produtoras Brasileiras de Audiovisual – APBA-CO; do Coletivo Ceicine; além da Secretaria de Cultura.